BLOG COLETIVO

INTERAÇÃO DE AMIGOS.
VOCÊ, É A PÉROLA QUE FALTAVA. QUE BOM QUE VEIO.

Seguidores-onde foram parar??

MEUS VISITANTES.





Image and video hosting by TinyPic


Volte Sempre!!!
Estarei sempre aqui, lhe esperando.
s-16917http://2.bp.blogspot.com/_vzrlnu76oJw/S59hupVevMI/AAAAAAAAC5k/AbinGmJaIbo/s320/TOTOSANDRA.jpg


domingo, 7 de junho de 2009

Aldeia da Minha Vida-Portugual-09/06/09

Após a viagem leve est selo
Hoje é dia 09 de Junho, dia de Postagem Coletiva,
sobre Aldeia de Minha Vida.
Embarque nesta viagem.

Ou leve este...se preferir...
http://www.aldeiashistoricasdeportugal.blogspot.com/ ;
Sim, vamos viajar.
Estou participando da blogagem Coletiva, promovida pela Susan.
mas não posso concorrer, por não residir, fazer parte dessa Aldeia.
Mas, ela me deu a oportunidade de poder pelo menos, viajar junto, até Portugal.
É fantástica a cidade.

Esta é minha Aldeia escolhida:
SORTELHA
. Veja no final de texto o vídeo.
http://www.guiadacidade.pt/foto2/data/thumbnails/4/DSC_0082_resize_28.JPG


Por que me interessei em participar desse blogagem coletiva sobre a Aldeia de Minha Vida?

1- Quando vi a postagem no blog do meu amigo João, e verificando a mesma,no blog da Susan, achei muito interessante. Até porque, percebi que falava da Princesa Isabel, da qual também tem um certo vínculo com Jaraguá do Sul (SC), que relateri no decorrer do texto.

2-Porque é uma maneira diferente de ampliarmos o nosso conhecimento, já que, conheço muito pouco da História de Portugual. Algumas coisa, andei vendo no blog do amigo acima citado, e achei maravilhoso, linda a cidade.

3) Porque gosto muito de participar e dividir opiniões.
O blog é um dos caminhos que aproximam pessoas, mesmo que sejam virtual.
É um caminho também para se aprender.


Um pouquinho sobre a nossa Aldeia:
A história registrada em livros, nos relata um pouco da História de Jaraguá do Sul(SC), onde começou com o presente que a Princesa Isabel, ganhou de seu pai, um presente de casamento, alguns lotes de terra em Jaraguá do Sul. Um belo vale coberto por matas nativas, cortadas por rios de águas límpidas e cercadas de morro e serras.Da cidade nada existia. Assim era Jaraguá do Sul em 1864.
Foi neste ano que a princesa Isabel, filha do imperador D.Pedro II e herdeira do trono Real do Brasil, por ser sua filha mais velha, casou-se com o Conde d `Eu.
E como presente, recebeu parte deste belo vale.

As frustradas tentativas de medição de terras, feitas por outras pessoas, é que levaram a princesa Isabel contratar o engenheiro Emilio Carlos Jourdan para medir as suas terras e conhecer seus limites.
Jourdan fez o trabalho de medir as terras da princesa no ano de 1876.
De lá para cá, Jaraguá do Sul foi crescendo e prosperando, desde a chegada dos primeiros imigrantes até hoje, tornando-se um grande município.
Seria impossível passear pelas Aldeias ou lugares de Portugal sem antes, falar um pouquinho desta história, cuja cidade eu resido.

Bem como eu não conheço muito sobre a historia de Portugal, fui pesquisar um pouquinho, para poder fazer este trabalho sobre o tema referido.
Não posso entrar direto no tema sem antes lembrar de como tudo começou.

E tudo assim começou, com a entrada dos portugueses no Brasil.

Os portugueses exploraram o Brasil

Os portugueses mais poderosos precisavam ganhar dinheiro com as terras conquistadas.
Então resolveram explorar no Brasil um tipo de madeira muito usado na Europa para tingir tecidos: o pau-brasil.
Eles também levavam aves e outros animais para vender.
Os Reis de outros países não admitiam que Portugal fosse dono de parte do Brasil e mandavam seus piratas
atacarem os navios portugueses e comerciarem os índios.
O rei de Portugal resolveu colonizar o Brasil, ou seja, enviar portugueses para morar constantemente na terra, por que os portugueses só vinham ao Brasil para retirar riquezas da terra. Por isso, as invasões de piratas eram constantes.
Os escolhidos pelo rei para vir para ao Brasil receberam lotes de terras, onde se iniciou o cultivo de cana-de-açúcar.
Assim, o Brasil se tornou uma colónia de Portugal, ou seja, uma terra que deveria ser explorada para enriquecer o rei e alguns portugueses ligados a ele.

Pau-brasil, árvore explorado pelos portugueses.

Os portugueses trouxeram seus costumes para o Brasil

Os portugueses trouxeram para o Brasil a sua maneira de viver: a religião católica, a língua portuguesa, a alimentação, o hábito de vestir roupas. No encontro de povos tão diferentes, os portugueses impuseram seu modo de vida, mas também foram influenciados pelos costumes indígenas, que já tinham suas próprias crenças e seu modo de viver. Para eles, a lua, o trovão, a floresta, o sol, por exemplo, eram entidades com poderes mágicos.
Hoje no Brasil quase a totalidade da população fala a língua portuguesa, e a maioria são católicos.



Século XVIII: famílias portuguesas vieram para a região com seus escravos provavelmente vindas de São Paulo, na época capitania de São Vicente, e de São Francisco do Sul.
Elas ocuparam lotes de terra e passaram a cultivar cana-de-açúcar, arroz, mandioca, milho, entre outros produtos.
Também passaram por Joinville (SC) e Jaraguá do Sul (SC), deixando marcas históricas, muito importantes, para a nossa colonização.



História de Jaraguá do Sul-(SC).

O nome Jaraguá foi dado pelos índios que habitavam a região e significa senhor do vale, por haver na cidade o Morro da Boa Vista.


Conheça mais sobre Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul-SC.- vista Aérea.


Continuando:
1864: Casamento da princesa Isabel, filha do imperador D. Pedro II. Como dote, ela ganha as terras que formariam o município de Jaraguá do Sul. Emílio Carlos Jourdan, engenheiro e coronel honorário do Exército Brasileiro, ficou com a tarefa de demarcar as terras e de se estabelecer na região.

A história recente de Jaraguá do Sul se inicia em 1864, quando a Princesa Isabel, herdeira do trono do Império do Brasil, casou-se com o Conde d’Eu. Parte de sua área integrava as terras dotais da Princesa, que foram demarcadas, em 1876, pelo Coronel Emílio Carlos Jourdan. A primeira tentativa de colonização também foi dele quando, naquele ano, arrendando 430 hectares de terra, estabeleceu-se com 60 pessoas entre trabalhadores e escravos, instalando engelho de açúcar, serraria e olaria. A colonização efetiva se deu a partir de 1890, quando colonizadores alemães, italianos, húngaros e outros começaram a colonizar as diversas regiões do Município. A área central foi colonizada a partir de 1895, com o retorno de Emílio Carlos Jourdan, fundando a Colônia Jaraguá, emancipando-se de Joinville em 1934.

Princesa Isabel

princesa IsabelPrincesa Isabel


Princesa Isabel: assumiu o trono por três vezes

Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Gonzaga de Bragança, a Princesa Isabel, nasceu no palácio de São Cristóvão, na cidade do Rio de Janeiro
no ano de 1846. Tornou-se a herdeira do trono brasileiro, após a morte prematura do irmão mais velho
.
Filha de D.Pedro II, passou para a história do Brasil como a responsável pela assinatura da Lei Áurea, que aboliu a escravidão no Brasil, em 13 de maio de 1888.

Princesa Isabel era casada com um nobre francês, o Conde D’eu. Ela assumiu a regência do trono do Brasil em três situações em que o imperador estava viajando. Foi responsável também pela assinatura da Lei do Ventre Livre (1871), que estabeleceu liberdade aos filhos dos escravos a partir daquela data.

Com o enfraquecimento da monarquia e o estado de saúde complicado do imperador, começou a receber muitas críticas e ataques de oposicionistas
republicanos, que temiam a instauração de um terceiro reinado Por ser francês, o marido da princesa também foi muito atacado neste momento.

Após a queda da monarquia e a Proclamação da República (15 de novembro de 1889), foi morar, com a família real, na Europa. Morreu na França no ano de 1921.

( fonte: internt-google).


1876: Ocorre a fundação de Jaraguá.


Foto: Ralador de mandioca pertencente ao engenho de farinha - Jaraguá do Sul - SC

1888: Apesar das tentativas de Jourdan de se instalar na região, com a construção de engenhos e a plantação da lavoura de cana-de-açúcar, o engenheiro enfrentou grandes dificuldades e desistiu de seu empreendimento, o que fez com que as terras voltassem a ser patrimônio da União.

1890:
Começa a colonização das terras à margem direita do rio Jaraguá pela Agência de Colonização sediada em Blumenau.

1893: As terras da atual Jaraguá do Sul passam à jurisdição dos Estados. Por causa da participação de Emílio Joudan na Revolta da Armada, o coronel ganha o respaldo político e decide retornar a Jaraguá.


Foto: Pipas de Vinho com aproximadamente 50 anos - Museu Wolfgang - SC



1895: Emílio Jourdan compra dez mil hectares de terras do Governo de Santa Catarina e estabelece no local a Colônia Jaraguá.




1943:
O nome Jaraguá é alterado para Jaraguá do Sul, por haver outro município com o mesmo nome no Estado de Goiás.




Redação: Marília G. Boldorini.
Todos os direitos reservados (( Radar Sul ))


Agora vamos conhecer um pouco sobre Portugual, através das fotos(fonte de busca internet).

No litoral norte do país, está situada esta região com uma densa vegetação e uma profunda riqueza histórica. Foi aqui que o primeiro rei de Portugal, Dom Afonso Henriques, nasceu no início do século XII, estendendo, então, o reino para sul, naquilo que foi considerado como um dos grandes feitos heróicos da reconquista cristã.




Nome oficial: República Portuguesa
Capital: Lisboa
Nacionalidade: Portuguesa
Datas nacionais: 10 de junho (Oficialmente Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas) e 01 de dezembro (restauração da independência face à Espanha, em 1640).
Idioma
:
tem uma língua oficial o português. A língua portuguesa, que descende da língua galaico-portuguesa falada na Idade Média no noroeste peninsular, tem vários dialetos. A língua mirandesa com origem no asturo-leonês não tem estatuto de língua oficial, mas goza de protecção especial desde 1999 e é ensinada facultativamente como segunda língua nas escolas.

As fotos a seguir, foram retiradas da Internet, bem como algumas de suas redações.

Monumento do Descobrimento




Casa típica




















Abrantes


Abrantes



















Abrantes





Aucontim

Aucontim












Aucontim







Aldeia Luz













AldeiaLuz

Aldeia Luz




Aveiro














Ancantres





Cabana de Tavira
conheça mais...
Cabana de Tavira













Cabana de Tavira


Caldas de Gerês

Caldas de Gerês
Castelo de Vile
















O Palácio da Pena, constitui o mais completo e notável exemplar da arquitectura portuguesa do Romantismo. Está situado num dos cumes fragosos da Serra de Sintra.

http://www.portugalvirtual.pt/images/sintra/images/pena-palace-002.jpg


Se cante com a sua beleza:


Palácio de Pena



Situa-se a cerca de 4,5 km do centro histórico de Sintra e é o mais completo e belo exemplar da arquitectura portuguesa do Romantismo. A sua edificação data de 1839, altura em que o rei consorte D. Fernando II de Saxe Coburgo-Gotha, adquiriu as ruínas do Mosteiro Jerónimo de Nossa Senhora da Pena para as adaptar a um palacete.













Vinha de Ouro
Castelo São Jorge


Fortabelza São Sebastião
Fortaleza São sebastião
Palácio da Pena Sintra
Pena Sintra

















Pena Sintra



As carruagens de cavalos operam entre a Vila e a Serra. Não deixe de experimentar este típico meio de transporte de Sintra que o conduzirá, num passeio extremamente agradável, entre frondoso arvoredo, ao «glorioso paraíso» nas palavras de Lord Byron. As partidas e chegadas realizam-se no largo fronteiro ao Palácio da Vila.




Ponte Porto
Ponte 25 de Abril












Ponte D. Luis
Fotografia cedida pelo Jornal de Notícias



Foto Elevador




Lisboa.
http://www.portugalvirtual.pt/images/lisbon/images/lisbon-004.jpg
Lisboa


Passeio de Bonde nas ruas de Lisboa.
Lisboa

Jardim de Seteia -Coimbra





Arco de Valdevez-Festas






  • Em pleno coração do Alto Minho, no sopé da serra da Peneda e anichada nas margens do rio Vez, a antiga e histórica vila de Arcos de Valdevez orgulha-se dos seus valiosos monumentos religiosos e casas nobres.

  • A imponente igreja da Senhora da Lapa, de estilo barroco e construída em 1767, vê o seu exterior oval adoptar uma curiosa forma octagonal no interior.

  • Vista do monte do castelo, a vila exibe todo o encanto das suas ruas e casario irregular, velhas mansões e igrejas.

  • A terra que a rodeia é fértil e verdejante, semeada de ribeiros que servem de abrigo à truta.

  • Deixando a vila a caminho das aldeias de Ázere e Mezio, o isolado Paço de Giela constitui um magnífico exemplo de uma habitação senhorial da Idade Média, formada por casa e torre em pedra.

  • A povoação milenar de Soajo, provavelmente fundada no século I, aninha-se entre os terraços da encosta montanhosa e é conhecida pela sua colecção de velhos espigueiros (construções graníticas de arquitectura tumular, encimados por uma cruz ou pirâmide, que serviam para guardar as espigas).

  • A cozinha regional gaba-se de uma óptima vitela assada e de um típico cozido à portuguesa.

  • A vila de Arcos de Valdevez fica também a uma distância conveniente para quem pretenda visitar o Parque Natural da Peneda-Gerês, que, com o seu cenário espectacular e agreste, aldeias características e fauna rica e variada, constitui uma das maiores atracções naturais do país.






  • Oeira: Palácio do Marquês de Pambal

  • A antiga residência de Sebastião José de Carvalho e Mello é um solar típico do século XVIII, da autoria do arquitecto húngaro Carlos Mardel; no seu interior, destacam-se as pinturas e tectos decorados a estuque.

  • Actualmente, o palácio contém poucas peças; no entanto, está prevista uma colaboração entre a Câmara Municipal e os actuais descendentes do marquês, no sentido de se recuperar um pouco do ambiente da época.

  • No espaço envolvente, destacam-se as estátuas, as cascatas, as quintas e o jardim, que reflectem o modo de vida das classes abastadas da época.

  • No século XVIII, era comum a manutenção de quintas como espaços de lazer e de cultivo; a quinta do marquês de Pombal seguia essa máxima, com uma geometria rigorosa a dividir espaços de lazer, grandes jardins e propriedades rurais; era nos jardins em torno do palácio que se realizavam os eventos culturais: teatro, bailado, música, etc.

  • A propriedade resulta da reunião de três quintas: na Quinta de Baixo, podem visitar-se o palácio, os jardins, a adega e algumas explorações agrícolas; na Quinta de Cima, ficam a casa de pesca, a grandiosa cascata do Taveira, os pomares e a produção de madeira e de bichos-da-seda; por fim, na Quinta do Marco, há a Casa da Serra, envolvida pelos terrenos destinados aos olivais, vinhas e pomares.

  • Ainda fazendo parte desta quinta e mesmo ao lado da entrada para o palácio, fica a Capela do Solar; desenhada também pela mão do arquitecto Carlos Mardel, foi dedicada a Nossa Senhora das Mercês e concluída em 1762; destacam-se os estuques do italiano João Grossi, os três altares com pinturas de André Gonçalves e a representação da vida da Virgem.



  • Angra do Heroísmo.

  • Este distrito inclui as ilhas da Terceira, Graciosa e São Jorge, no Grupo Central do arquipélago dos Açores.

  • A Terceira (porque foi a terceira ilha descoberta pelos navegadores portugueses, no século XV) deve grande parte do seu desenvolvimento à instalação de uma base aérea norte-americana nas Lajes, a funcionar desde a Segunda Guerra Mundial.

  • A capital, Angra do Heroísmo, foi declarada Património Mundial pela UNESCO em 1983 e é a cidade mais cosmopolita do arquipélago.

  • A ilha é bastante grande e coberta de montes verdejantes e quintas divididas em campos que parecem uma manta de retalhos.

  • A sua origem vulcânica pode ser observada, por exemplo, na Caldeira de Guilherme Moniz, cuja cratera de lava seca é a maior dos Açores, e nas Furnas do Enxofre, fumarolas em ebulição cujos vapores se transformam em nuvens coloridas.

  • A pequena ilha da Graciosa é um dos locais mais tranquilos dos Açores, quase toda coberta de quintas e vinhas onde ainda se trabalha com velhos arados e carroças puxadas por bois.

  • A principal atracção é a Furna do Enxofre, onde se desce às entranhas de uma cratera vulcânica, com uma enorme caverna e um lago com actividade fumarólica no fundo.

  • Finalmente, São Jorge é uma ilha comprida e montanhosa, com apenas oito quilómetros de largura: os visitantes apreciam, em especial, as dramáticas paisagens dos penhascos ao longo da costa norte, que atingem uma altura de 480 metros e mergulham abruptamente no mar.


  • Tem mais:




    A stunning beach, typical fishermen houses and steep cliffs over a bright blue sea have made this fishing town become a popular holiday resort, mainly due to its traditional character.


    A bela praia de São Martinho do Porto fica a pouca distância: a sua baía fechada e segura tornou-a popular como destino de férias, sobretudo para as famílias com crianças.


    A cidade mais importante do Norte emprestou o seu nome ao famoso vinho e a Portugal. Deve passear pelos seus bairros típicos (especialmente pela zona ribeirinha) e pela sua animada baixa.
    http://www.portugalvirtual.pt/images/porto/images/porto-001.jpg


    Conheça a Aldeia de Soajojo



    Localizada em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês, a aldeia do Soajo é uma povoação milenar, situada numa zona montanhosa de grande beleza, predominantemente rural.
    A aldeia é caracterizada pelas suas ruas pavimentadas com lajes de granito e as casas construídas com blocos de pedra, onde a paz de espírito impera e o tempo parece ter parado, rodeada por uma natureza quase imaculada.
    Até há cerca de um século a povoação, que outrora chegou a ser sede de concelho, vivia em regime comunitário, baseando a sua actividade na agricultura, e com as suas próprias leis e actividades.





    Vidigueira

    Vila calma e pacata, a Vidigueira localiza-se na bonita e típica planície Alentejana, numa zona de pomares, hortas e reputados vinhos.
    Ainda que existam, nesta região, registos de ocupação humana desde a pré-história, a povoação da Vidigueira só se encontra documentada a partir do século XIII, tendo provavelmente sido nesta altura que as ruínas romanas de São Cucufate serviram de abrigo a uma comunidade de frades, perto da povoação hoje conhecida como Vila de Frades.
    O nome da Vidigueira está também ligado à figura histórica do Vasco da Gama, a quem o Rei D. Manuel I (1495-1521) concedeu mesmo o título de Conde da Vidigueira, em 1519. Os restos mortais de Vasco da Gama estiveram sepultados na Vidigueira vários séculos, até à sua trasladação para o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. No entanto, ainda hoje, na torre do relógio está o sino com a Cruz de Cristo, com as armas dos Gamas gravadas e a inscrição da data de 1520.









    Escolha o seu destino




    Quero terminar esta postagem dizendo, o qual maravilhoso foi, poder ter participado desta blogagem. Conhecer Portugual via internet e virtual, foi desopertar o gosto de ir visitar no futuro.
    Me deixou encantada, pelos seus castelos,arquitetura, as aldeia, as cidades, Castlo, enfim tudo é muito lindo. Minha vida escolhida é a cidade de Porto.
    Fiquei encantada com sua estrutura. Depois seguirei para Lisboa. Outra cidade encantadora.
    Enfim, eu amei tudo por lá.
    Mas não é possível, fazer tudo de uma única vez. Escolhi uma minha aldeia, a de Sortelha, veja o vídeo abaixo, maravilhosa, linda.
    Parabéns Portugual pelo seu aniversário em 10 de junho.
    Parabéns a todos que lá residem.

    Mas em se falando de Aldeia eu vou escolher esta daqui, pelo seu requinte e aconchego.Convido você para vim comigo.

    Uma visita a Sortelha só nos pode fazer pensar que regressámos no tempo e parámos na história. Encontramos aqui uma das mais bonitas aldeias de Portugal, escondida e protegida nas imponentes muralhas do seu Castelo.
    As casas tradicionais, foram meticulosamente recuperadas e permitem ao visitante percorrer as suas ruas sinuosas e aventurar-se, qual conquistador, pelas muralhas do Castelo...




    Bem pessoal, Portugual é enorme, tem muito que viajar. Convido vocês para passear uns dias em Sortelha. Boa Viagem para nós todos.

    31 comentários:

    FaBiaNa GuaRaNHo disse...

    Nossa , uma viagem maravilhosa.
    Em Setembro passado eu tive a honra de conhecer um pedacinho de Portugal e já fiquei fascinada.
    O Mosteiro dos Jerônimos, Castelo de São Jorge, Bairro de Vasco da Gama, Cascais, Estoril, Torre de Belém, é tudo tão belo, sem contar com os maravilhosos pasteizinhos de belém.
    Obrigada pela tão boa recordação.
    Beijinhos

    Serena Flor disse...

    Bom dia minha querida,
    que viagem maravilhosa esta hein!
    Adorei estar viajando também pelos teus cantinhos minha linda!
    Um grande beijo e depois com calma irei pegar os selinhos ok?
    Já virei seguidora também dos teus minha amiga linda! Beijinhos

    Montani II disse...

    Estou te seguindo, você convidou agora aguenta, rs

    Estou seguindo em três de seus blogs e tenho outros também, da uma olhada.
    Quando a viagem à Portugal está maravailhosa parabéns, eu adoro castelos e construções medievais. parabéns!

    Sandra disse...

    Valeu Montani.
    Fiquei muito feliz.

    Sandra disse...

    Valeu fa.
    Gostei da sua companhia.
    Bjs.

    Sandra disse...

    Valeu Serena.
    Estou fewliz com sua visita.

    João Menéres disse...

    SANDRA

    Tua postagem é uma maravilha pelo esforço a que te obrigou, é uma maravilha pois fizeste que eu conhecesse Jaraugá do Sul, aprendesse alguma coisa da sua história, relembrasse que foi a Princesa Isabel que assinou a Lei da Abolição da escravatura...
    Que Senhor do Vale é o significado da cidade onde tu moras e que lugar bem pequenino já foi.
    E, sobre este torrão, chamado Portugal, posso dizer-te: se todos os portugueses de cá e que cá estão fizessem uma pesquisa tão cuidada quanto a tua, o que eles aprenderiam...as tolices que deixariam de pronunciar!
    Elaboraste um magnífico documento, SUSAN.
    Seria conveniente colocar, aqui ou ali, alguma ordem. Mas, tudo se compreende, dado que meteste ombros a uma tarefa complexa.

    Só tive pena de não ter encontrado o sítio para clicar o vídeo de Sortelha que está por ver.

    MUITOS E MUITOS PARABÉNS, SUSAN !

    Mereces um beijo E N O R M EEEEEEE !!!!::::::::

    Sandra disse...

    Valeu João.Mas sem querer, vc. trocou o meu nome pelo da Susan.Mas tudo bem.
    Compreende. O mais importante foi que vc. veio me visitar e colaborar, com minha postagem.
    Abraços.
    Sandra

    João Menéres disse...

    SANDRA

    Afinal onde eu clico para visionar o vídeo?

    Mil desculpas.

    Beijo.

    Blue disse...

    Uah! Uma super viagem acabo de fazer. E participar de uma aula de história, onde nós brasileiros, somos fracos!

    Beijos e obrigado pela oportunidade de embarcar neste mavio ou avião!

    Susana disse...

    Sandra: Depois de conversarmos tanto, via-e-mail, é caro que ´~ao podia deixar de marcar a minha presença aqui.

    É uma autêntica viagem a Portugal e uma pequena amostar do Brasil, feita em 5 minutos. Gostei de saber que esta proposta da blogagem contribuiu para aprender um pouco mais sobre o nosso país.

    Agora terás que compreender que não poderei postar toda esta informação no blogue www.aldeiadamihavida.blogspot.com ( para além de outras coisas que já conversámos).

    De qualquer modo, estará presente o link para que todos possam aceder ao teu post,entre os textos dos participantes.

    Obrigada pela participação tão atribulada! Espero que um dia possas visitar todos este locais, que são lindíssimos e tenhas a minha companhia para te mostrar pessoalmente.

    Bjs Susana

    Tucha disse...

    Gostei de checer mais de Jaragua do Sul a sua aldeia e bem diversas mas igualmente belas as portuguesas aldeias.

    Isa disse...

    Sandra,minha querida,que belo trabalho,todo cheio de carinho,por
    este velho Portugal que se orgulha
    da relação que mantem com o Brasil.
    Fiquei tão comovida! E Feliz!E orgulhosa de vc.Sandra.
    Beijo.
    isa.

    Fatima Cristina disse...

    Oi Sandra,

    Vim pegar carona com você na sua viagem.
    Adorei a sua postagem sobre Portugal. Lindas fotos! Cobertura completa! Parabéns!

    Obrigada pela visita no Boa Baltazar.

    Beijos.

    Mylla Galvão disse...

    Amiga,
    Tua postagem está maravilhosa!!!
    Meu sonho é conhecer Potugal, berço da minha família - GALVÃO - que veio de lá...
    Ainda vou fazer um post a respeito disso... Da vinda da minha família para o Brasil...
    Mas vai requerer muita pesquisa!!!
    E quero fazer com Capricho... Talvez renda até outro blog...
    Obrigado pela visita ao Ideias... Passa no Vidas que também está de cara nova!!!
    Bjão

    Sandra disse...

    Sim Mylla. chearei lá.
    Obrigada pela visita.
    É bom poder contribuir e aprender um pouco mais.
    Bjs.
    sandra

    Sandra disse...

    Blue!
    Que bom que vc. aceitou a viagjar comigo.
    Grata
    ]sandra

    Sandra disse...

    Susan eu compreendo perfeitamente.
    São regras. e preicasm ser mantidas.
    Mas valeu pela minha aprendizagem.
    Grata amiga.
    Sandra

    Mírian Mondon disse...

    Oi Sandra,
    Parabens pelo grande trabalho desvendando Portugal e nos monstrando uma pouco da sua querida Jaraguá! Gostei muito de fazer essa viagem contigo!
    Dei seu recado para Ester, ela fica comovida com esse carinho!

    Beijos

    Sandra disse...

    Valeu Tucha pelo carinho e companhia na viagem.
    Gostei de saber que aceitou o meu convite.
    Grata
    Sandra

    Sandra disse...

    Isa!
    Obrigada pelas calorosas palavras.
    Agente que se esforçar e fazer o melhor que pode.
    Bjs.
    Sandra

    Sandra disse...

    Obrigada Mirian!
    Que bom saber que vc. está aqui.
    Fiquei muito feliz.
    Bjs a todos.
    Sandra

    Gaby disse...

    Querida Sandra,

    Em primeiro lugar quero agradecer o seu comentário.
    Quanto a esta postagem, estou comovida!!! Parabéns, minha amiga, e muito obrigada por toda esta pesquisa sobre o meu país. Está absolutamente espectacular. Você viajou por Portugal inteiro e falou dele como se o conhecesse de facto!!!!!!! ADOREI!
    Obrigada, também, por nos dar a conhecer a sua terra e um pouco da sua história. Fiquei com água na boca. Quem sabe, um dia, eu vou até aí e você vem até cá?
    Beijo enorme atravessando o Atlântico.

    MEUS PENSAMENTOS disse...

    belissimo trabalho afilhada querida vc me da orgulho,vc merecia um preio por tanto esforço e dedicação bendito blog que a tem como seguidora tem selo la pra vc bjo!

    Andreia disse...

    Olá querida, fiquei encantada! Como é lindo Portugal, parabéns pela tua postagem maravilhosa, depois volto para pegar o selo. estou em semana de prova e tenho que estudar, pois já chego em casa muito tarde, por este motivo ando atolada e sem tempo de me dedicar, ok!
    Bjsss adorei viajar com vc!!!

    Nanda Botelho disse...

    Oi Sandra!

    Vc foi bastante completa em sua postagem! gostei muito da história da princesa Isabel, dos costumes portugueses trazidos ao Brasil. Algumas cidades lembram Olinda, onde eu moro.

    Bjão!

    Sandra disse...

    Valeu Nanda.
    Temos sempre que lembrar nossass origens. ou plo menos as coisas que fazem oarte de nossas vidas.
    Bjs.
    Sandra

    Sandra disse...

    Valeu Andreia!
    Bons estudos. Eu sei muito bermo que é isso.
    Bjs.
    Sandra

    D.Ramírez disse...

    Participei de uma coletiva sobre o Brasil e achei a ideia muito boa, pois so assim podemos descobrir lugares que nunca fomos, como no caso esse que mostrou aqui na sua. Lindo demais, uma historia linda, fotos lindas e que apenas manifestações assim entre os blogs é possivel viajarmos olhando a tela do computador. Muito bonito mesmo o lugar e a postagem. Parabéns!
    BEsos

    Mônica disse...

    Se eu fosse professora de história ia copiar tudinho o que escrveu. Quero ir a Portugal, agora mais do que nunca , tanta beleza para ser vista e sem problemas com a lingua.
    Com carinho
    Quero votar em voce
    Monica

    AFRICA EM POESIA disse...

    Gostei de tudo .recebi o recad e vim...
    Levei o selo

    Tenho um para si no meu blog



    Um beijo e espero-a...